terça-feira, 3 de março de 2015

Projeto Grael sedia evento de capacitação de professores de educação física das escolas públicas de Niterói


O evento ocorreu na sede do Projeto Grael no último sábado, reunindo professores de educação física das escolas públicas de Niterói.

O encontro faz parte da programação do projeto Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional no Estado do Rio de Janeiro, promovido pelo Instituto Esporte & Educação (IEE), que foi fundado e é presidido pela minha amiga, a medalhista olímpica do vôlei, Ana Moser.

A programação entra no segundo ano e está capacitando 60 professores de educação física das escolas públicas de Niterói.

Veja como foi o encontro nas fotos abaixo:








Vela e planejamento de 2015 são temas de formação do IEE e Petrobras em Niterói (RJ)

Na primeira formação do ano, 60 professores de educação física da cidade irão aprender mais sobre esporte educacional e a modalidade olímpica, no sábado (28), no Projeto Grael

Entrando no segundo ano do projeto Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional no Estado do Rio de Janeiro, o Instituto Esporte & Educação (IEE) volta a Niterói, no sábado (28), para a realização de mais uma formação de professores. O curso será no Projeto Grael, em Jurujuba, a partir das 8h. No Rede de Parceiros, a Petrobras é a parceira do IEE, que foi criado e é presidido pela medalhista olímpica Ana Moser.

Aproximadamente 60 professores de educação física da rede municipal de Niterói participarão da formação, que, pela primeira vez será realizada no espaço do Projeto Grael, que é o parceiro do Instituto na cidade. Um dos principais objetivos do encontro é discutir e organizar o planejamento pedagógico para 2015.

"Além do cronograma para esse ano, no período da tarde, os professores do Projeto Grael planejaram uma atividade prática para mostrar como eles trabalham os princípios do esporte educacional nas aulas de vela", conta Everaldo Cortes, professor especialista do IEE.

IEE e Petrobras estão juntos no Projeto Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional desde 2011. O programa atende 55 municípios, de sete estados brasileiros, e em 2014 atingiu 35.873 alunos e 862 professores. O projeto tem uma estratégia de disseminação das práticas de Esporte Educacional a partir da transferência de tecnologia e da parceria com outras instituições, como ONGs, Universidades e municípios. Inclui capacitação, implantação de estratégias de controle de metas e acompanhamento das ações realizadas pelos parceiros locais e municípios.

Serviço
Rede de Parceiros Multiplicadores em Esporte Educacional - RJ
Data: Sábado (28)
Horário: 8h às 17h
Local: Projeto Grael (avenida Carlos Ermelindo Marins, nº494 - Jurujuba - Niterói - antigo Samanguaiá)

Sobre o Instituto Esporte & Educação - O Instituto Esporte & Educação (IEE) foi criado em 2001, já atendeu 2,6 milhões de crianças e jovens em todo o Brasil e contribuiu para a formação de mais de 30 mil professores.

Fonte: Surgiu






Defesa civil e habitação foram temas de encontro entre a Prefeitura de Niterói e a Defensoria Pública





Prefeitura discute ações integradas com a Defensoria Pública para a população mais carente do município

Uma reunião na tarde desta terça-feira (3/3) entre o prefeito de Niterói, o defensor público-geral do Estado, André Luís Machado de Castro, e um grupo de defensores públicos que atuam na regional da cidade da Defensoria discutiu a integração do Executivo Municipal com o órgão.

O prefeito destacou que a integração com outras instituições parte de uma visão de diálogo da sua gestão, no sentido da utilidade pública e da melhoria da qualidade de vida da população.

"A Defensoria Pública é um dos órgãos mais importantes do Estado. Eu acredito que ter essa integração contribui também para que a prefeitura esteja mais sintonizada com as expectativas da sociedade. É uma primeira reunião, certamente teremos outras. Um dos pontos de preocupação deste encontro está relacionado ao compromisso que temos de transformar Niterói em uma cidade resiliente, que tenha a capacidade de enfrentar as mudanças climáticas e prover condições de sobrevivência para a população mais empobrecida da cidade, incluindo as comunidades e famílias dos programas de habitação de interesse social que a prefeitura está desenvolvendo na nossa gestão", disse o prefeito.



O defensor público-geral afirmou que o encontro foi uma oportunidade de conversar sobre temas de grande importância, especialmente para a população mais carente de Niterói.

"Esse é o primeiro e muito positivo encontro de muitos outros que teremos. Nós tivemos a oportunidade de conversar e trocar informações com o prefeito, o vice-prefeito, o secretariado e com o procurador. Demos especial ênfase à atenção às vítimas da tragédia de 2010, a atenção que a prefeitura tem dado a essas famílias e como nós podemos tratar desse tema de uma maneira cada vez mais eficiente, que é o que a prefeitura tem buscado. A Defensoria Pública é uma instituição que atende a população mais carente do estado, está espalhada por todas as cidades, e tem uma atuação muito forte aqui em Niterói. Sempre que for identificado um problema de dimensão mais ampla, vamos levantar esses dados para tratá-los de forma integrada com a gestão pública, para que essas questões sejam equacionadas de uma maneira rápida e com eficiência para o conjunto da população", disse Castro.

Também participaram do encontro o vice-prefeito Axel Grael; o procurador geral do município, Carlos Raposo; a secretária Executiva, Maria Célia Vasconcellos; os secretários municipais de Habitação, Marcos Linhares, e de Assistência Social e Diretos Humanos, Bira Marques; e o coordenador da Defesa Civil Municipal, Walace Medeiros.

Fonte: Prefeitura de Niterói



Posto do Médico de Família é inaugurado em Niterói com a presença do ministro da Saúde



O prefeito Rodrigo Neves destacou que, gradualmente, Niterói vai recuperando a excelência na rede de saúde. Foto: Leonardo Fonseca


Prefeito Rodrigo Neves e o ministro da saúde Arthur Chioro participaram da cerimônia de entrega da reforma da unidade na comunidade de Souza Soares, em Santa Rosa


O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, e o ministro da Saúde, Arthur Chioro, inauguraram ontem as obras de ampliação e reforma do posto Médico de Família José Antônio Echeverria Biachi, na comunidade Souza Soares, em Santa Rosa.

Após a obra, a unidade passou a contar com um consultório odontológico, com uma equipe de saúde bucal composta por cirurgião dentista e auxiliar de saúde bucal; sala destinada aos agentes comunitários e ambientes de apoio aos profissionais, como copa e banheiro com chuveiro. Além disso, o módulo possui dois consultórios, sendo um ginecológico, sala de curativo e de nebulização, vacina, farmácia, pré-consulta e banheiro. Cerca de quatro mil pessoas são atendidas por uma equipe formada por três médicos, dois enfermeiros, três técnicos de enfermagem e quatro agentes comunitários de saúde.

O prefeito Rodrigo Neves destacou que, gradualmente, Niterói vai recuperando a excelência na rede de saúde.

“A ampliação de mais uma unidade de saúde, agora com o programa de saúde bucal, reflete o nosso compromisso de requalificar e reconstruir a rede. O nosso trabalho em parceria com os médicos vem permitindo esses avanços nos últimos anos. O caminho está sendo atingido e o cronograma sendo cumprido’’, afirmou o prefeito.

O ministro Arthur Chioro ressaltou que Niterói tem levado a sério e colocado em prática as políticas de compromisso com atenção básica.

“O Ministério da Saúde observa que essa postura que o governo do prefeito Rodrigo Neves tem, colocando toda essa prioridade na área da saúde, vem permitindo que a cidade recupere, muito rapidamente, aquela condição de ser uma referência nacional em diversos indicadores, e isso tem nos ajudado muito, pois sabemos que em Niterói teremos sempre uma prefeitura parceira que leva a sério essas políticas e coloca em prática nossos projetos”, disse Chioro.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, lembrou da importância da obra para a comunidade. “Aqui já funcionavam três equipes de referência de saúde da família, responsáveis sanitárias pelo território Souza Soares e Beltrão, dentro da metodologia do médico de família. Agora ganhamos a equipe de saúde bucal com dentista e um auxiliar de saúde bucal que trabalham coletivamente também na lógica de saúde da família, privilegiando as ações de prevenção e promoção da saúde”, disse.

A reforma e ampliação das unidades integra o conjunto de intervenções em unidade básicas de saúde do programa Mais Saúde, cujo objetivo é a expansão da rede básica de saúde no município.

Fonte: O Fluminense








Consulado da Holanda no Rio de Janeiro organiza evento sobre a Baía de Guanabara






Workshop sobre soluções de curto e longo prazo para despoluição e tratamento de água, e reutilização de lixo.

Com participação de:
* Axel Grael, vice prefeito Niterói;
* Gerson Selva, PSAM;
* Lúcia Mazoni; EGP-Rio;
* e uma delegação de empresas holandesas.


-----------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Vice-prefeito de Niterói recebe o Cônsul-Geral da Holanda no Rio de Janeiro: na pauta, Baía de Guanabara e ciclovias
DESPOLUIÇÃO DAS BAÍAS DE GUANABARA E CHESAPEAKE: uma comparação das experiências, reflexões e algumas lições



Vídeo mostra como país monitora riscos de desastres naturais


Material lançado pelo INCT para Mudanças Climáticas é voltado a educadores, estudantes e formuladores de políticas públicas (imagem: reprodução/INCT-MC)


Agência FAPESP – O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC) lançou um vídeo educacional –voltado a educadores, estudantes de ensino médio e de graduação e formuladores de políticas públicas – sobre os sistemas de monitoramento de desastres naturais e prevenção de seus impactos.

O vídeo traz informações sobre as causas do aumento no número de desastres naturais e sobre como o país se prepara para prevenir e reduzir os prejuízos nos diversos setores da sociedade.

Pesquisadores do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) demonstram como é feito o monitoramento de áreas de risco 24 horas por dia. O vídeo também mostra como os desastres interferem e prejudicam a vida das pessoas e como se deve evitar o surgimento de novos cenários de risco.

Até junho, outros cinco vídeos educacionais deverão ser concluídos, abordando temas relacionados às pesquisas do INCT: segurança alimentar, segurança energética, segurança hídrica, saúde e biodiversidade.

O material faz parte do projeto de difusão do conhecimento gerado pelas pesquisas realizadas em seis anos de vigência do INCT-MC (2008-2014), sediado no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e que conta com apoio da FAPESP e do CNPq.

Esse conhecimento também está sendo reunido em um portal na internet, que deverá ser lançado no primeiro semestre de 2015. O INCT-MC envolve mais de 90 grupos de pesquisa de 102 instituições e universidades brasileiras e estrangeiras, com cerca de 300 participantes.

O vídeo educacional pode ser visto em https://vimeo.com/119340038 e em https://www.youtube.com/watch?v=1DNm3eGZC-w&feature=youtu.be.

Mais informações sobre o INCT-MC em http://inct.ccst.inpe.br/

Fonte: Agência FAPESP


---------------------------------------------------------


Leia também:

EXTREMOS CLIMÁTICOS DEVEM OCORRER COM MAIS FREQUÊNCIA E INTENSIDADE EM SÃO PAULO









EXTREMOS CLIMÁTICOS DEVEM OCORRER COM MAIS FREQUÊNCIA E INTENSIDADE EM SÃO PAULO





Em entrevista para a Agência FAPESP, José Antônio Marengo Orsini, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), fala da variabilidade de chuva na região metropolitana
de São Paulo nos últimos 80 anos.

As observações indicaram um aumento significativo, desde 1961, no volume total de chuva durante a estação chuvosa. Os pesquisadores fizeram projeções de mudanças climáticas até 2100 por meio de uma técnica que combina um modelo climático regional, desenvolvido pelo Inpe, com modelos globais usados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC).

Entrevista realizada em fevereiro de 2015, em Cachoeira Paulista (SP).

Fonte: Agência FAPESP





segunda-feira, 2 de março de 2015

MAC inicia reforma inédita mirando seus 20 anos




Atividades externas ganharão impulso durante o período de reforma

02/03/2015 - Símbolo da cidade e considerado uma das maravilhas arquitetônicas do mundo, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói – MAC vai passar por uma inédita reforma, que vai incluir além de um novo sistema de ar condicionado, várias outras melhorias, seguindo padrões internacionais, como a troca do piso, acessibilidade, iluminação de led, retirada das grades, a construção de uma nova reserva técnica etc. Todo o programa de trabalho faz parte do Plano de Governo 2015 para a celebração dos 20 anos do MAC, que será comemorado em 2016.

A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Cultura/FAN, informa que durante o período das reformas, o MAC fica fechado, porém o pátio, o Centro de Atendimento ao Turista e a loja do Museu estão abertos ao público e recebendo atividades culturais, educativas e de lazer, normalmente. Já estão programadas várias iniciativas para o local, com música, teatro, oficinas, cinema etc.

O MAC vai manter também agentes turísticos e ativadores, no espaço, para atender aos visitantes, e apresentar a história, a importância e curiosidades do Museu e da Boa Viagem. O fechamento dos espaços internos do museu será, também, intensamente compensado através fóruns, debates e performances e ações integradas na Boa Viagem, que estarão sendo estimuladas a partir do pátio do MAC para os caminhos dos museus e espaços expositivos do bairro.

A Fundação de Arte de Niterói (FAN) ressalta que o MAC, nesses últimos 18 anos, jamais recebeu a reforma e a manutenção que estão previstas para este ano (2015), que preveem, inclusive, tornar o subsolo do museu totalmente acessível, com elevador, além da impermeabilização do teto, ambos com recursos federais já em processo de liberação.

De acordo com a FAN, o Museu terá ainda a troca do piso; vai ganhar novo sistema de iluminação de led, com projeto de Peter Gasper, tanto do prédio-monumento, quanto das áreas internas expositivas, contribuindo com uma volumosa economia de energia; e terá as grades substituídas por vidro, deixando ainda mais bela a fachada do prédio, que poderá ser admirada, livremente, pelos pedestres e transeuntes das vias do Mirante da Boa Viagem.

"Nunca antes um prefeito assumiu, como programa de governo, a renovação do MAC, seu prédio, assim como a construção da reserva técnica, estamos vivendo mais um momento histórico para a cidade", ressalta o presidente da FAN, André Diniz.

O prazo para a reabertura do MAC está programado, inicialmente, para daqui a 3 meses, porém pode ser alterado, pois todos os projetos são submetidos e analisados pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Fonte: Prefeitura de Niterói 




Câmeras de monitoramento do Cisp começam a ser instaladas em março


 
 


Nesta primeira etapa serão implantados ainda 80 bases com botões de pânico em pontos estratégicos da cidade

02/03/2015 - Parte fundamental para o funcionamento e a eficiência do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) que a prefeitura de Niterói está construindo na Região Oceânica, as câmeras de vigilância, de longo alcance, começam a ser instaladas a partir da segunda quinzena de março. Nesta primeira etapa, a empresa responsável pelo sistema fará a instalação de câmeras de vigilância e dos chamados botões de pânico em pontos estratégicos do município.

O Cisp de Niterói será o primeiro do estado do Rio de Janeiro, com investimentos superiores a R$ 20 milhões, e prevê também a implantação de portais de monitoramento em todas as entradas da cidade, todos dotados de programas de reconhecimento e identificação de placas de veículos. Ao todo serão 450 câmeras distribuídas por todo o município, das quais 80 equipadas com os botões de pânico.

O sistema de acionamento emergencial do Cisp já tem, inclusive, alguns pontos definidos. Eles serão instalados nas cabines recém-reformadas integrando Guarda Municipal e Polícia Militar, escolas de grande porte, unidades de saúde, prédios da administração pública, como a prefeitura, universidades, terminal das barcas e rodoviária entre outros. Em cada um deles, haverá um responsável pelo acionamento desse botão, permitindo o acionamento imediato das forças de segurança. Além disso, todos os veículos da segurança pública serão conectados ao Cisp e poderão ser acionados 24 horas por dia seja a partir da identificação de necessidade pelas câmeras ou pelo acionamento feito pelos cidadãos via central telefônica.

Uma das inovações tecnológicas do sistema será a utilização de 40 câmeras “inteligentes”, capazes de identificar ocorrências específicas a partir de um software com situações pré-programadas. Essas informações serão enviadas para o Centro de Integrado de Segurança. Haverá, ainda, 41 sensores capazes de detectar situações críticas de chuvas e fenômenos climáticos e que estarão integradas à Defesa Civil. No prédio do Cisp, que será coordenado pela Secretaria de Ordem Pública de Niterói, ficarão lado a lado, representantes das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal, da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Samu e Nittrans.

Para o prefeito de Niterói, é preciso cada vez mais que municípios contribuam na busca de soluções para a melhoria da segurança da população.

“Segurança pública é atribuição constitucional dos estados. No entanto, os municípios devem cobrar ações de segurança e cooperar com essas ações. Esse é o caminho que estamos trabalhando em Niterói, com investimentos da prefeitura em várias áreas, seja na implantação das Companhias Destacadas, de delegacias, ampliação do efetivo da Guarda Municipal, reabertura de cabines da PM, agora como base integrada com a guarda municipal. São investimentos expressivos de recursos municipais, o que deverá contribuir de maneira decisiva para a redução dos índices de criminalidade e a retomada da sensação de segurança em Niterói. Acredito que a integração de esforços e o investimento em inteligência e tecnologia para a segurança pública que estamos realizando irão se transformar em referência para outros municípios do Brasil.” disse o prefeito

A tecnologia do monitoramento, a cargo da Informática do El Corte Inglés, que está sendo implantada em Niterói é uma das mais avançadas do mundo. Atualmente, a empresa é responsável pelos sistemas de vigilância da cidade de Madri, capital da Espanha, e da fronteira entre os Estados Unidos e o México.

De acordo com Gustavo Capovilla Marchiori, do setor de sistemas de engenharia e segurança da Informática Corte Inglés, o funcionamento do sistema baseia-se recepção das imagens dos sensores instalados na cidade, sejam eles, câmeras, frota monitorada, botões de pânico e sensores ambientais.

“Todas as informações são repassadas de maneira integrada ao centro de monitoramento, permitindo que o operador tome a decisão mais adequada à ocorrência que for identificada. Assim, o tempo de resposta diminui e você tem uma ação mais efetiva”.

Outro ponto destacado por Marchiori além da redução dos índices de violência, é o aumento do percentual de resolução de crimes.

“Com as ações de monitoramento consegue-se reduzir a violência, pois a resposta das forças de segurança é mais rápida. E notamos que, nos casos em que o crime foi consumado, a resolução melhorou muito, graças às informações coletadas e repassadas à polícia. Ou seja, nos casos que você não consegue impedir o crime, você consegue resolvê-lo” explica Marchiori.

De acordo com Carlos Garagorri, diretor comercial da Informática corte Inglés, o sistema implantado em Niterói pouco difere do existente em Madri e na fronteira entre os EUA e o México.

“O conceito é o mesmo. Depende apenas do tamanho e do número de dispositivos. E um sistema horizontal que integra os sensores e compartilha as mesmas informações. Atualmente, nos Estados Unidos, há equipamentos de detecção infravermelho e câmeras térmicas, que permitem identificar movimentação de pessoas à noite, por exemplo. No futuro, tais inovações poderão ser implantadas também em Niterói.

Para o secretário de Ordem Pública, Marcus Jardim, a criação do Cisp significa um importante passo na modernização dos sistemas de segurança.

“Os equipamentos serão instalados em locais estratégicos e permitirão um trabalho cada vez melhor dos serviços de inteligência. O município já começa a tomar conta de um cenário na cidade. Toda essa tecnologia interagindo permitirá uma resposta mais rápida e efetiva das forças de segurança. É um avanço tecnológico que nos permitirá avançar nessa questão.”

Jardim explicou, ainda, o funcionamento do botão de pânico:

“Funciona como um alarme bancário, mas vai disponibilizar imagens também. Em cada um dos pontos escolhidos para a instalação desses botões, haverá um responsável pó seu acionamento em caso de necessidade. E quando houver esse acionamento, todas as instituições que tiverem atribuição direta ao que está ocorrendo serão acionadas imediatamente.”

Fonte: Prefeitura de Niterói


----------------------------------------------------------------

JUNTO COM O CISP ESTARÁ O CCO
Junto com o CISP, funcionará o CCO - Centro de Controle Operacional, que modernizará o controle do trânsito na cidade e integrará a rede de equipamentos da área da Defesa Civil. Portanto, o novo equipamento concentrará os recursos tecnológicos, inteligência e gestão de situações de emergência nas áreas de segurança, defesa civil e trânsito da Cidade.

Mais informações sobre o CCO:
  • A implantação do CCO - Centro de Controle Operacional (com recursos previstos na negociação da Prefeitura com o BID), que terá um sistema de controle de 10 CTA (sistemas inteligente de controle de tráfego de área), que permitira um melhor monitoramento e gestão do tráfego, permitindo a otimização da operação semafórica, para facilitar a fluidez do trânsito.
  • Permitirá uma sincronização automática dos 270 semáforos através do apoio de um nobreak (fonte de energia ininterrupta).
  • O sistema também evitará pane nos semáforos em caso de falta de energia elétrica e adequará melhor o tempo dos sinais. Através de nova tecnologia, os 150 cruzamentos da cidade serão visualizados com uma aproximação até 20 vezes maior.
  • O investimento é de R$ 15 milhões, fruto do projeto PRODUIS, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
DEFESA CIVIL
  • O CCO concentrará a operação e o acompanhamento da rede de equipamentos da Defesa Civil(sirenes, pluviômetros e estações meteorológicas).
  • Integram esse sistema, 30 sirenes que estão posicionadas em 25 comunidades da cidade, além de uma estação meteorológica e dez pluviômetros.
  • As 30 sirenes para prevenir desastres provocados por chuvas em áreas de riscos de deslizamento na cidade estão instaladas nas localidades de Alarico de Souza (Zulu), Bairro de Fátima, Beltrão, Biquinha, Boa Vista, Bonfim, Coronel Leôncio, Dr. March (Morro do Castro), Grota do Surucucu, Iara, Igrejinha, José Leomil, Maceió, Martins Torres, morros da Penha, Palácio e Estado, Pé Pequeno, Retiro Saudoso, Santa Bárbara, São José 340, Teixeira de Freitas, Viçoso Jardim e Viradouro.
  • Os dez pluviômetros que medem a quantidade de chuva estão acoplados às sirenes no Bairro de Fátima, Beltrão, Viçoso Jardim, Bonfim, Coronel Leôncio, Igrejinha, Morro do Estado, Preventório, Santa Bárbara e Doutor March.
  • Niterói conta também com 26 pluviômetros automáticos e semiautomáticos em uma parceria entre o município e o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) do governo federal.
Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói


------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Sistema de monitoramento de Niterói contará com 450 câmeras e 80 botões de pânico
Vistoria nas obras do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp)
Obra de construção do CISP - Centro Integrado de Segurança Pública começa a ganhar corpo

SAIBA MAIS SOBRE O CISPPrefeitura inicia obras do CISP que visa monitorar a cidade
PREFEITURA DE NITERÓI ANUNCIA A CONSTRUÇÃO DO CENTRO INTEGRADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
Niterói terá R$ 3,5 milhões para centro de segurança
Câmara de Niterói aprova captação de recursos junto ao BID para investimento em infraestrutura
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente
Prefeito em exercício visita Centro de Comando e Controle do Estado e acompanha teste de sirenes
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói

SAIBA MAIS SOBRE AS AÇÕES DA PREFEITURA NA ÁREA E SEGURANÇA
Cabine da Polícia Militar em São Francisco será reformada
Parceria garante mais R$ 104 milhões para obras em Niterói
Em reunião com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, secretário Beltrame diz que cidade receberá novas companhias destacadas
Implantação de Companhias Destacadas começa a gerar resultados
Prefeitura inaugura Telecentro e centro de oportunidades para jovens no morro do Cavalão
Morro do Cavalão ganha Companhia Destacada nesta segunda-feira
Especialistas falam sobre o medo e o perigo dos boatos em meio a violência
Prefeitos de cidades do Leste Fluminense debatem onda de boatos
Reforço de mais cem homens e Companhia Destacada no Fonseca
RJTV 2a EDIÇÃO: "Governo anuncia reforço no policiamento em Niterói"
Beltrame anuncia novas companhias da PM em Niterói para conter onda de violência
Prefeitura de Niterói vai investir R$ 70 milhões em Saúde, Educação, Ordem Pública e Mobilidade
Prefeitura de Niterói e governo estadual inauguram Companhia Destacada da PM no Morro do Cavalão

GUARDA MUNICIPAL
Prefeitura de Niterói inicia obras da nova sede da Guarda Municipal, no Barreto
Prefeitura conclui licitação para construção da nova sede da Guarda Municipal
Guarda Municipal de Niterói mostra nova identidade visual durante desfile cívico de Sete de Setembro
Prefeitura de Niterói anuncia plano de carreira para a Guarda Municipal
Inscrições para concurso da Guarda Municipal de Niterói estão abertas até o dia 11 de junho
Guarda Municipal apoiará Polícia Militar na apreensão de motos irregulares
Reunião do GGIM: Blitzes conjuntas da Guarda Municipal e da PM serão intensific​adas na cidade
Prefeitura de Niterói reforça a presença da Guarda Municipal nas ruas 
Nova realidade e mais segurança na Praça do Vital Brazil
Mais guardas municipais no entorno das escolas de Niterói

OUTRAS
Prefeito de Niterói pede batalhão da PM exclusivo para município

DEFESA CIVIL EM NITERÓI
Sistema de alerta de sirenes começa a funcionar em Niterói
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
DEFESA CIVIL: Prefeitura define procedimentos para atuar em emergências de deslizamentos de encostas e alagamentos
I Seminário da Defesa Civil de Niterói reforçou parcerias
Defesa Civil instala sirenes de alerta em 25 comunidades
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
Município de Niterói recebe primeiros pluviômetros automáticos
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói

VEJA TODAS AS POSTAGENS SOBRE DEFESA CIVIL NO BLOG DO AXEL GRAEL

SAIBA MAIS SOBRE O PRODUIS (Financiado pelo BID)
Vice-prefeito abre Missão de Arranque de projeto financiado pelo BID em Niterói
PREFEITURA ASSINA CONTRATO DE R$ 65 MILHÕES COM O BID PARA INVESTIR NA INFRAESTRUTURA DE NITERÓI
Prefeitura de Niterói assina financiamento do BID nesta sexta-feira
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói
senado aprova financiamento de r$ 65 milhões do bid para niterói
Prefeitura de Niterói estrutura-se para receber financiamento do BID
Niterói perto de US$ 26 milhões do BID para investimentos na cidade
Blog do AXEL GRAEL: Prefeito de Niterói recebe nova missão do BID

Conheça o escopo do projeto a ser desenvolvido com recursos do BID.






Sistema de monitoramento de Niterói contará com 450 câmeras e 80 botões de pânico


Projeto da sala de monitoramento de câmeras no Cisp - Divulgação/Prefeitura de Niterói

 
Centro Integrado de Segurança Pública terá 160 guardas municipais e policiais militares à disposição

por Gabriela Lapagesse 

NITERÓI - Até o final de maio deste ano, todas as entradas e saídas de Niterói estarão monitoradas por 450 câmeras que serão espalhadas em pontos importantes da cidade. Segundo a prefeitura, elas vão começar a ser instaladas na segunda quinzena deste mês e farão parte do sistema do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), com sede na Região Oceânica. Além das câmeras, 160 agentes públicos — entre guardas municipais e policiais militares — serão treinados pela Secretaria de Ordem Pública (Seop) para serem responsáveis pelas 80 bases com botões de pânico. A ideia é que eles sejam acionados quando alguma situação que gere risco para a segurança da população aconteça.

Diferentemente do Centro de Operações da prefeitura do Rio, que tem como foco o funcionamento dos serviços da cidade, o Cisp de Niterói será o primeiro do estado, com investimentos superiores a R$ 20 milhões, cujo objetivo é lidar diretamente com a segurança pública. O projeto prevê ainda a implantação de portais de monitoramento em todas as entradas da cidade, todos dotados de programas de reconhecimento e identificação de placas de veículos. O prefeito Rodrigo Neves ressalta a importância do projeto:

— Entendemos que a prefeitura tem que ser parceira, sim, da polícia. No caso de um carro roubado, por exemplo, que entra em Niterói, com essas câmeras vamos conseguir monitorar onde ele está e já acionar as viaturas que estiverem próximas para fazer a abordagem. É importante ter uma tecnologia como essa à nossa disposição.




O sistema de acionamento emergencial do Cisp já tem, inclusive, alguns pontos definidos. Eles serão instalados nas cabines recém-reformadas, integrando Guarda Municipal e Polícia Militar, escolas de grande porte, unidades de saúde, prédios da administração pública, como a prefeitura, universidades, terminal das barcas e rodoviária. Em cada um deles haverá um responsável por apertar o botão, permitindo o acionamento imediato das forças de segurança. Segundo o Secretário de Ordem Pública de Niterói, coronel Marcus Jardim, os pontos de pânico serão fundamentais.

— Eles serão muito importantes em situações como depredação de escolas, quebra-quebra próximo das barcas, ou seja, são para situações emergenciais. Mas é importante dizer que não existe Cisp se não houver inteligência. Se não estudarmos, não acompanharmos como se comporta a mancha criminal das regiões da cidade, todo o monitoramento vai se transformar apenas em um grande espaço com telas de TV — diz.

ESPECIALISTA PEDE TREINAMENTO

Para Paulo Storani, especialista em segurança e ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope), é preciso ter cautela e investir em treinamento.

— Não adianta ter tecnologia e não usá-la em toda a sua plenitude. É importante treinar muito bem quem vai estar no Cisp, participando desse monitoramento 24 horas por dia, e, especialmente, os agentes que estarão no pontos de pânico. Isso porque não adianta acioná-los por qualquer motivo. E o tempo de resposta da polícia e dos órgãos públicos envolvidos deve ser rápido. Precisamos lembrar que é um projeto piloto e que temos uma péssima cultura no Brasil de criar tudo e, seis meses depois, se os equipamentos apresentarem problemas, esquecê-los, sem manutenção — frisa.

De acordo com a prefeitura, todos os veículos da segurança pública serão conectados ao Cisp e poderão ser acionados 24 horas por dia. Além disso, a população poderá cooperar, dando informações através de uma central telefônica. Nesse local, os funcionários vão filtrar os dados e repassá-los ao Cisp. Ainda segundo a prefeitura, o telefone desta central ainda vai ser definido e, posteriormente, divulgado à população.

A tecnologia do monitoramento, a cargo da Informática do El Corte Inglés, que está sendo implantada em Niterói é uma das mais avançadas do mundo. Atualmente, a empresa é responsável pelos sistemas de vigilância da cidade de Madri e da fronteira entre os Estados Unidos e o México.

Fonte: O Globo Niterói


----------------------------------------------------------

JUNTO COM O CISP ESTARÁ O CCO

Junto com o CISP, funcionará o CCO - Centro de Controle Operacional, que modernizará o controle do trânsito na cidade e integrará a rede de equipamentos da área da Defesa Civil. Portanto, o novo equipamento concentrará os recursos tecnológicos, inteligência e gestão de situações de emergência nas áreas de segurança, defesa civil e trânsito da Cidade.

Mais informações sobre o CCO:
  • A implantação do CCO - Centro de Controle Operacional (com recursos previstos na negociação da Prefeitura com o BID), que terá um sistema de controle de 10 CTA (sistemas inteligente de controle de tráfego de área), que permitira um melhor monitoramento e gestão do tráfego, permitindo a otimização da operação semafórica, para facilitar a fluidez do trânsito.
  • Permitirá uma sincronização automática dos 270 semáforos através do apoio de um nobreak (fonte de energia ininterrupta).
  • O sistema também evitará pane nos semáforos em caso de falta de energia elétrica e adequará melhor o tempo dos sinais. Através de nova tecnologia, os 150 cruzamentos da cidade serão visualizados com uma aproximação até 20 vezes maior.
  • O investimento é de R$ 15 milhões, fruto do projeto PRODUIS, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
DEFESA CIVIL
  • O CCO concentrará a operação e o acompanhamento da rede de equipamentos da Defesa Civil(sirenes, pluviômetros e estações meteorológicas).
  • Integram esse sistema, 30 sirenes que estão posicionadas em 25 comunidades da cidade, além de uma estação meteorológica e dez pluviômetros.
  • As 30 sirenes para prevenir desastres provocados por chuvas em áreas de riscos de deslizamento na cidade estão instaladas nas localidades de Alarico de Souza (Zulu), Bairro de Fátima, Beltrão, Biquinha, Boa Vista, Bonfim, Coronel Leôncio, Dr. March (Morro do Castro), Grota do Surucucu, Iara, Igrejinha, José Leomil, Maceió, Martins Torres, morros da Penha, Palácio e Estado, Pé Pequeno, Retiro Saudoso, Santa Bárbara, São José 340, Teixeira de Freitas, Viçoso Jardim e Viradouro.
  • Os dez pluviômetros que medem a quantidade de chuva estão acoplados às sirenes no Bairro de Fátima, Beltrão, Viçoso Jardim, Bonfim, Coronel Leôncio, Igrejinha, Morro do Estado, Preventório, Santa Bárbara e Doutor March.
  • Niterói conta também com 26 pluviômetros automáticos e semiautomáticos em uma parceria entre o município e o Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) do governo federal.
Axel Grael
Vice-Prefeito
Niterói


 ---------------------------------------------------------

LEIA TAMBÉM:

Vistoria nas obras do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp)
Obra de construção do CISP - Centro Integrado de Segurança Pública começa a ganhar corpo

SAIBA MAIS SOBRE O CISPPrefeitura inicia obras do CISP que visa monitorar a cidade
PREFEITURA DE NITERÓI ANUNCIA A CONSTRUÇÃO DO CENTRO INTEGRADO DE SEGURANÇA PÚBLICA
Niterói terá R$ 3,5 milhões para centro de segurança
Câmara de Niterói aprova captação de recursos junto ao BID para investimento em infraestrutura
Prefeitura busca novas parcerias com o governo federal nas áreas de segurança e meio ambiente
Prefeito em exercício visita Centro de Comando e Controle do Estado e acompanha teste de sirenes
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói

SAIBA MAIS SOBRE AS AÇÕES DA PREFEITURA NA ÁREA E SEGURANÇA
Cabine da Polícia Militar em São Francisco será reformada
Parceria garante mais R$ 104 milhões para obras em Niterói
Em reunião com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, secretário Beltrame diz que cidade receberá novas companhias destacadas
Implantação de Companhias Destacadas começa a gerar resultados
Prefeitura inaugura Telecentro e centro de oportunidades para jovens no morro do Cavalão
Morro do Cavalão ganha Companhia Destacada nesta segunda-feira
Especialistas falam sobre o medo e o perigo dos boatos em meio a violência
Prefeitos de cidades do Leste Fluminense debatem onda de boatos
Reforço de mais cem homens e Companhia Destacada no Fonseca
RJTV 2a EDIÇÃO: "Governo anuncia reforço no policiamento em Niterói"
Beltrame anuncia novas companhias da PM em Niterói para conter onda de violência
Prefeitura de Niterói vai investir R$ 70 milhões em Saúde, Educação, Ordem Pública e Mobilidade
Prefeitura de Niterói e governo estadual inauguram Companhia Destacada da PM no Morro do Cavalão

GUARDA MUNICIPAL
Prefeitura de Niterói inicia obras da nova sede da Guarda Municipal, no Barreto
Prefeitura conclui licitação para construção da nova sede da Guarda Municipal
Guarda Municipal de Niterói mostra nova identidade visual durante desfile cívico de Sete de Setembro
Prefeitura de Niterói anuncia plano de carreira para a Guarda Municipal
Inscrições para concurso da Guarda Municipal de Niterói estão abertas até o dia 11 de junho
Guarda Municipal apoiará Polícia Militar na apreensão de motos irregulares
Reunião do GGIM: Blitzes conjuntas da Guarda Municipal e da PM serão intensific​adas na cidade
Prefeitura de Niterói reforça a presença da Guarda Municipal nas ruas 
Nova realidade e mais segurança na Praça do Vital Brazil
Mais guardas municipais no entorno das escolas de Niterói

OUTRAS
Prefeito de Niterói pede batalhão da PM exclusivo para município

DEFESA CIVIL EM NITERÓI
Sistema de alerta de sirenes começa a funcionar em Niterói
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
DEFESA CIVIL: Prefeitura define procedimentos para atuar em emergências de deslizamentos de encostas e alagamentos
I Seminário da Defesa Civil de Niterói reforçou parcerias
Defesa Civil instala sirenes de alerta em 25 comunidades
Defesa Civil de Niterói: trabalho em várias frentes para fazer de Niterói uma cidade mais segura
Município de Niterói recebe primeiros pluviômetros automáticos
Começa a implantação de sirenes de alerta em Niterói

VEJA TODAS AS POSTAGENS SOBRE DEFESA CIVIL NO BLOG DO AXEL GRAEL

SAIBA MAIS SOBRE O PRODUIS (Financiado pelo BID)
Vice-prefeito abre Missão de Arranque de projeto financiado pelo BID em Niterói
PREFEITURA ASSINA CONTRATO DE R$ 65 MILHÕES COM O BID PARA INVESTIR NA INFRAESTRUTURA DE NITERÓI
Prefeitura de Niterói assina financiamento do BID nesta sexta-feira
Senado aprova liberação de recursos do BID para Niterói
senado aprova financiamento de r$ 65 milhões do bid para niterói
Prefeitura de Niterói estrutura-se para receber financiamento do BID
Niterói perto de US$ 26 milhões do BID para investimentos na cidade
Blog do AXEL GRAEL: Prefeito de Niterói recebe nova missão do BID

Conheça o escopo do projeto a ser desenvolvido com recursos do BID.